As Polaridades, dualidades e seus mistérios: Energia e Consciência – Cosmogenese (Parte II)

Entender as polaridades e dualidades é entender toda a evolução do universo, por isso é algo que vai além da mente racional, que separa, divide e analisa. Este processo é necessário, mas não único. É importante abstração e síntese para compreender este grande mistério da dualidade, das polaridades.

Para Grandes Mestres da Sabedoria Perene, todo o processo que se comumente chama de ‘Processo de Evolução ou Manifestação do Universo’ ou ‘Processo da Criação do Universo”, é na verdade um processo de ‘Transformação’ contínua, onde Energia, que é o Caos, mas também o puro vazio luminoso, a eterna Plenitude, se transforma em Consciência, uma Realidade manifesta ou Realização.

Como vimos no artigo anterior (parte I) sobre o processo de manifestação, onde o “Absoluto”, “Imanifestado”, Vazio luminoso ou Plenitude , através da Substância Primordial ou Princípio pré-sosmico, inerente a ele,  vai se ‘densificando’, ‘limitando’, ‘manifestando’ até se tornar matéria física ou seja sua maior oposição, pois como Plenitude Absoluta constitui o infinito, a multiplicidade em energia e consciência, mas como matéria, está totalmente condicionado, limitado por uma só possibilidade de ser, uma especialidade que limitará a consciência que poderá ser ali habitada, uma única e exclusiva experiência de manifestação. Nesta primeira etapa do processo,