O que é Magia, Teurgia e Teurgia Natural?

O que é Magia?

O ritual e toda magia ritualística é um procedimento realizado para entrar em conexão com as entidades, consciências ou forças de planos de manifestação que não o plano fisico ou material. Os magistas ou magos dividem as ritualísticas de invocação e evocação em três tipos: a Teurgia, a Magia Natural e a Goécia.

A Teurgia operaciona com os anjos e com os seres de luz, aspectos ou arquétipos divinos e primordiais. Pode incluir os 72 nomes de Deus, com suas manifestações, com as sephiroth da Kabbalah, com os Salmos de David, os mantras sanscritos etc. Ja a Magia Natural lida com Elementais (gnomos, ondinas, silfos e salamandras), Devas, Djinns, Elfos e outras criaturas da natureza.E finalmente, a Goécia lida com os seres do baixo-umbral; ou seja seres maléficos. A Goercia e um tipo de chamada ‘magia negra’, ou seja uma magia que faz acordos com entidade destrutivas, sombrias que utilizam da ignorancia, ambicao e egoismo dos humanos que os invocam para mante-los cada vez mais na ignorância, no sofrimento, insatisfação, doença e prisão mental, psíquica e espiritual. A magia deve ser utilizada como um sistema de evolucao espiritual, psiquica e de vida em conjunto, caso contrario afundara mais ainda o seu praticante na sombra, na infelicidade, no caos.

O que e  Teurgia ?

A palavra Teurgia é de origem grega; theoi, “Deuses,” e ergon, “obra”, significando entao “Obra Divina” ou “Obra de Deus ” ou “produzindo a obra dos deuses “. Este termo e geralmente usado para uma forma de magia, a magia cerimonial ou ritual com uso de preces, mantras, contemplações, meditações, as vezes dancas, porem sempre e também, algumas vezes pode ser complementados com o uso instrumentos de magia natural, plantas, ervas para queimar como incensos, velas, terra, fogo, agua, pedras preciosas, minerais, formas geometricas (cruzes, estrelas, circulos, esferas, triângulos, piramides) ou instrumentos como bastão, espada, escudo, cálice etc e  também estatuetas representando deidades, santos, anjos etc como potencializados para o efeito mental das orações, meditações, visualizações, etc. Esse tipo de magia e a magia mais superior, pois tem como objetivo a ‘incorporação’ ou integracao da força divina – do poder e da sabedoria divina interior, inconsciente, latente ou dos seres de luz – em si mesmo ou em um objeto material, como por exemplo uma estátua, ou em outro humano (como forma de cura, por exemplo). Em alguns casos, dentro de determinadas religioes (nem todas) através da produção de um estado de transe, porem isso nao e necessário.

A teurgia e uma magia ligada à filosofia e possuía uma base científica estabelecida pela Teoria da SimpatiaUniversal. Era considerada tanto como um conhecimento místico como científico, proporcionando uma aceitacao da magia pelas camadas mais eruditas da sociedade romana.

A teurgia era colocada sob um foco positivo da magia que relacionava a assimilação de práticas religiosas a especulações filosóficas com uma base na magia. Para os gregos e latinos, a teurgia era uma classe única de fenômenos e os filósofos tendiam naturalmente a fazer prevalecer a característica espiritual de suas práticas.

O que diferenciava os fenômenos da teurgia e da goercia era a concepção sobre a atitude do agente ou praticante da magia. Se o objetivo fosse espiritual, de ascencao e despertar era denominada teurgia, caso a finalidade esta localizada no plano material, fisico, sem nenhum foco na evolucao espiritual, era denominada goetéa. A teurgia também era definida como uma prática de magia baseada na relação entre espíritos superiores, cosmicos, seres de luz e cujo objetivo principal é interagir com as forças divinas, sendo normalmente oposta a goetéa, que invocaria forças maléficas e geralmente para fins egoistas.

A teurgia era considerada uma magia ligada à filosofia e a ciencia, estabelecida pela Teoria da SimpatiaUniversal, mas tambem um conhecimento místico, fazendo com que a magia fosse aceita pelas camadas mais eruditas da sociedade romana.

A teurgia significava a assimilação de práticas religiosas ou espirituais e especulações filosóficas com uma base na magia. Para os gregos e latinos, designa correntemente uma classe única de fenômenos e os filósofos tendiam naturalmente a fazer prevalecer a característica espiritual das práticas. O que diferenciava estes fenômenos era a concepção sobre a atitude do agente ou praticante da magia. Se o objetivo e as praticas fossem espirituais seria teurgia, caso o objetivo e a concepção fosse ruim era denominada de goetéa. Tambem se define a teurgia como uma prática de magia baseada na relação entre espíritos superiores, cosmicos e a finalidade principal é interagir com as forças divinas, sendo normalmente oposta a goetéa, que invoca forças maléficas. Outra definicao ‘e a teurgia como a magia aplicada com propósito espiritual esperando uma suposta revelação de mesmo caráter. A magia vulgar seria aquela que utiliza fórmulas de origem religiosa ou espiritual para fins profanos e a teurgia a que utiliza procedimentos mágicos para fins espirituais.

Enquanto a teologia  estuda deus e deuses a teurgia age sobre os deuses” ou até “mesmo os projeta”. “O mago não era apenas alguém que praticava a magia e nem um homem que simplesmente refletia sobre a natureza e as propriedades dos deuses, mas aquele que agia sobre a natureza e sobre os deuses com fundamentações especulativas” (SILVA, G. V. 2003, p. 187).

O que e Teurgia Natural?

Assim, a Teurgia Natural,usa tambem os procedimentos da magia natural. A Teurgia Natural corresponde entao a teurgia que utiliza de coisas naturais, como plantas, ervas, pedras, minérios, a terra, água, fogo, formas, cores, sons, trânsitos de astros, época do ano, locais da terra que, de acordo com sua combinação, formam um tipo de energia que ajuda a conexão com as forcas sutis do Cosmos e da Terra, para autodespertar, cura, produção de talismã; realizações espirituais, psíquicas e físicas de cura, porem todas com objetivo de ajudar na conexão com as consciencias e energias – poderes – superiores para despertar e ascensão espiritual.

Como funciona a magia e a teurgia?

Tudo o que existe, tanto fisico como extrafisico e na verdade uma combinação de diferentes aspectos, vibracoes e tipos de energia. Cada cor, formas, textura, som, numero carrega uma especie de tonica energética que combinadas umas as outras formam algo com que também possuira sua tonica vibracional especifica. Ate mesmo a ordem de configuração destes  componentes afetam o grau de vibração e o tipo de freqüência ou tônica. Independente se utiliza-se um objeto concreto ou apenas o visualiza, ou se visualiza apenas cores, formas, como estrelas, triângulos, círculos, haverá a formação de um campo energético que atraira as forcas e consciências que se pretende invocar. Muitas vezes o mesmo símbolo pode ser usado tanto para objetivos superiores ou inferiores. Isso acontece porque a energia em si nao tem polaridade, ou seja nao e boa ou ma, nao e destrutiva ou construtiva, superior ou inferior, o que difere e o propósito e o tipo de forca a se conectar. O que muitas vezes acontece e que a continuidade do uso de determinados simbolos, formas e cantos, por exemplo, acabaram sendo adotados por determinadas tradições, e pelo constante uso acabou ficando associado e influenciado pelo proposito e caracteristicas daquela tradição. Caso o praticante da magia nao seja ou nao tenha nenhuma experiencia com aquela tradicao ele poderá ser influenciado pelo simbolo dela, mesmo nem se quer saiba o que ele significa para aquele grupo.  Por exemplo, antes da associação da cruz a jesus e as religioes cristas, a cruz trazia outro tipo de tonica ou seja de vibracao para quem a usasse dentro ou fora de um ritual de magia ou somente religioso. Apos a ligacao do simbolo da cruz de jesus com o cristianismo, ela vai sempre incorporar todas as vibracoes correspondentes a interpretacao mais comum do símbolo. Isso nao significa que ela perde a ideia vibracional anteior, mas que se a ideia mais nova for mais forte, esta que ira prevalescer, principalmente se o praticante tiver mais familiaridade com ela em vez daquela.

Outra coisa importante de observar que assim como nos somos constituidos de corpos de diferentes niveis vibratorios, as plantas, os cristais, os minerais e ate mesmo as consciencias superiores tambem o sao. Cada corpo vibracional esta relacionado a um plano vibracional, entao as vezes uma flor, por exemplo, tem uma cor no plano fisico, mas no plano eterico ou superior tem outra cor. Desta forma nao pode-se fazer nenhum tipo de magia sem um conhecimento mais profundo sobre essas e outras particularidades.