Yasodhara

Yasodhara

Buda com Yashodhara e Rahula (inferior esquerdo), Ajanta .

Não deve ser confundido com Yasoda .

VidaYasodhara princesa era a esposa do príncipe Sidarta Gautama , o fundador do budismo . Mais tarde, ela entrou na ordem de freiras budistas e é considerado um Arahant .

As comemorações do casamento de Yasodhara e Siddhattha, retratado em birmanês da moda.

Yasodhara era filha do rei Suppabuddha , [1] [2] e Pamitā , irmã do Buda ‘s pai, o rei Suddhodana . Seu pai era um Koliya [3] chefe e sua mãe veio de uma Shakya família. O Shakya eo Koliya eram ramos da Ādicca ou clã Iksvaku da dinastia solar, . Não houve outras famílias consideradas iguais a eles na região e, portanto, os membros dessas duas famílias reais se casou apenas entre si. [4]

Ela foi casada com seu primo, o príncipe Siddhartha Shakya em seu 16o ano, quando ela tinha também 16 anos de idade. Na idade de 29 anos, ela deu à luz seu único filho, um menino chamado Rāhula . No dia do seu nascimento, o príncipe saiu do palácio. Yasodhara foi devastado e tomado pela dor. Ao ouvir que o marido estava levando uma vida santa, ela emulado ele, removendo suas jóias, vestindo uma túnica simples amarelo e comendo apenas uma refeição por dia. [5] Embora parentes enviava mensagens a dizer que iria manter, ela não ocupar essas ofertas. Vários príncipes procurou a mão dela, mas ela rejeitou as propostas. Ao longo de sua ausência de seis anos, a princesa Yasodhara seguido a notícia de suas ações de perto.

Quando o Buddha visitou Kapilavatthu depois da iluminação, Yasodhara não ir ver seu ex-marido, mas pedir para ir para Rahula buda buscar herança. Por si mesma, ela pensou: “Certamente, se eu ganhei alguma virtude em tudo o Senhor virá à minha presença.”

Algum tempo depois que seu filho Rāhula se tornou um monge iniciante, Yasodhara também entrou para a Ordem dos Monges e Monjas e dentro do tempo alcançado Arahant . Ela foi ordenado como Bhikkhuni incluída entre as quinhentas senhoras após a Gotami Pajapati para estabelecer a ordem Bhikkhuni. Ela foi declarada como mais importante em possuir o poder sobrenatural entre as freiras. Entre os discípulos do sexo feminino, ela era chefe de quem alcançou grandes poderes sobrenaturais. Ela morreu em 78, [6] , dois anos antes de Buda Parinibbana . carece de fontes? ]

Legends

Em muitas lendas da vida do Buda, [7] Yashodhara atende Sidarta Gautama, pela primeira vez em uma vida anterior, quando como o jovem brahmin Sumedha , ele é formalmente identificado como um Buda futuro, o Buda então vigente, Dipankara .

Esperando na cidade de Paduma para Dipankara , ele tenta comprar flores, como uma oferenda para o Iluminado, mas logo descobre que o rei já comprou todas as flores para a sua própria oferta. No entanto, como Dipankara está se aproximando, Sumedha vê uma garota chamada Sumidha (ou Bhadra) segurando oito lótus em suas mãos. Ele fala para ela com a intenção de comprar uma de suas flores, mas ela reconhece de uma vez seu potencial e oferece-lhe cinco das flores de lótus se ele prometer que iria se tornar marido e mulher em todas as suas existências seguintes.

No décimo terceiro capítulo do Mahayana Sutra de Lótus , [8] Yasodhara recebe uma previsão de Buda Sakyamuni; Mahapajapati também.

Nomes

O significado do nome Yasodhara (sânscrito) [yasas de “glória, esplendor” + dhara “rolamento” da raiz verbal dhri “para suportar, apoiar”] é portador de glória. Os nomes que ela tem sido chamada além Yashodhara são: Yashodhara theri (decana Yashodhara), Bimbadevi, Bhaddakaccana e Rahulamata (mãe de Rahula ). [9] Na Pali Canon , a Yasodharanome não for encontrado, há duas referências ao Bhaddakaccānā. [10]

interpretação Theosophic

Teosofista Subba Row afirma que o nome representa um dos três poderes místicos (cf utpala-varna). [11]

Referências

  1. ^ “IX: 12 Rei Suppabuddha bloqueia o caminho do Buda” . Members.tripod.com. . Retirado 2009/09/23.
  2. ^ “Verso Dhammapada 128 Suppabuddhasakya vatthu” . . Retirado 2009/09/23.
  3. ^ “Koliyā” . . Retirado 2009/09/23.
  4. ^ Por que a República Sakya destruído? por SN Goenka (Tradução e adaptação de um artigo Hindi por SN Goenka publicado pelo Instituto de Pesquisa Vipassana em dezembro de 2003.)
  5. ^ “O Buda Compassivo” . Geocities.com. Arquivado do original em . Retirado 2009/09/23.
  6. ^ O Buda e seus ensinamentos
  7. ^ Fu-pen-hing-tsi-rei Diversos Avisos respeitando o nascimento de Buda e História traduzido por Djinakûta, natural de Gandhara no tempo da dinastia Sui (581-617 AD)
  8. ^ sutra Lotus incluindo 13 capítulo traduzido pela Sociedade Tradução de texto budista nos EUA)
  9. ^ texto francês: Yashodhara (glorieuse) est la cousine et l’épouse principale de Gautama, mère de son fils Rahula. Connue par les Jatakas (Legendes de la vie du Bouddha), elle serait devenue du vivant de Gautama une ascète, une Nonne prééminente et l’un des quatre arahants de son l’entourage possédant intuição absolue 1. Les detalhes de sa Légende sont de n º s jours surtout populaires dans le bouddhisme theravada. Elle est également nommée Yashodhara theri (decana Yashodhara), Bimbadevi, Bhaddakaccana OU Rahulamata (mère de Rahula).
  10. ^ AN 1. 14. 5. 11 afirma: “Etadaggaṃ mama bhikkhave sāvikānaṃ bhikkhunīnaṃ mahābhiññappattānaṃ yadidaṃ bhaddakaccānā” (SLTP) . Bv , PTS p. 65, versículo 15 diz:”Cattārīsa sahassāni nāriyo samalaṅkatā / Bhaddakaccānā2 nama nari rāhulo nama atrajo” (SLTP) .
  11. ^ “ver Dicionário Rakefet” . . Retirado 2009/09/23.
  • O Buda e seus ensinamentos, Narada, budista Missionary Society, Kuala Lumpur, Malásia, 1988, ISBN 967-9920-44-5

Literatura

  • As primeiras mulheres budistas: traduções e comentários sobre o autor: Susan Murcott Therigatha , ISBN 0-938077-42-2
  • Vida de Princesa Yashodara: Esposa e Discípulo do Buda Autor: Devee, Sunity, ISBN 978-0-7661-5844-3 (13), ISBN 0-7661-5844-6 (10), Kessinger CO PUB
  • Yashodhara: seis temporadas sem você, ao Subhash Jaireth, Wild Peony Pty Ltd, Broadway, NSW, Austrália, 2003, ISBN 1-876957-05-0

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre